Tenha uma conversa com o pessoal e levante os problemas

Soluções criativas estão sendo cada vez mais valorizadas em ambientes de trabalho. Neste textos, vamos falar de 5 tendências da arquitetura corporativa para 2019.

O ambiente corporativo precisa ser versátil para atender tanto as demandas dos clientes quando dos colaboradores.

Assim, a arquitetura corporativa se preocupa em desenvolver, projetar e executar espaços de trabalho que foquem no melhor aproveitamento do espaço, no conforto e saúde dos colaboradores e, consequentemente, no aumento da produtividade.

Além disso, a arquitetura corporativa também é uma forma de estratégia para criar ou reforçar a identidade visual de sua empresa. Não é à toa que organizações como Facebook, LinkedIn e Google investem fortemente em arquitetura corporativa.

Ficou interessado? Conheça a seguir 5 tendências da arquitetura corporativa para 2019.

1. O uso de concreto aparente

O concreto aparente pode ser usado em escritórios com a intenção de deixar o ambiente sóbrio, rústico e, ao mesmo tempo, moderno.

O concreto aparente pode ser usado em escritórios com a intenção de deixar o ambiente sóbrio, rústico e, ao mesmo tempo, moderno.

O concreto é uma tendência da arquitetura corporativa por ser um material versátil e resistente.

Assim, o concreto promete ser uma grande tendência na arquitetura corporativa, podendo ser usado de diversas formas.

O concreto é uma mistura de cimento, areia e água, sendo usado em estruturas e no tratamento de fachadas. Quando se pensa em concreto é normal associar mais a parte de construção, pois é um material sem glamour à primeira vista.

Contudo, o concreto aparente é um recurso que pode ser usado para trazer aconchego, charme e elegância para ambientes corporativos.

Em projetos de concreto aparente, como o próprio nome já diz, é deixado à vista o concreto componente da estrutura da construção. Ou seja, não é feito o revestimento com materiais de acabamento.

Vale ressaltar que o cinza do concreto combina com ambientes modernos e urbanos, podendo ser aplicados em pisos, colunas, paredes inteiras, lajes, fachadas e etc.

Por ser um tom sóbrio, o cinza do concreto garante charme, singularidade, rusticidade e também uma pegada moderna e minimalista. Esses pontos estão super em alta sendo uma das tendências da arquitetura corporativa para 2019.

Em ambientes corporativos e comerciais, o concreto aparente pode ser usado em pisos e paredes, deixando o ambiente com aspecto mais industrial.

Em casos como esse, a decoração deve ser usada como um recurso que se integre à identidade da empresa, de modo a trazer comodidade e conforto para os visitantes.

2. Espaços integrados fazem parte das tendências da arquitetura corporativa para 2019

Os espaços compartilhados favorecem a comunicação e o trabalho em equipe entre os colaboradores.

Os espaços compartilhados favorecem a comunicação e o trabalho em equipe entre os colaboradores.

Os espaços integrados estão em alta, pois permitem fazer ambientes colaborativos. Neste tipo de projeto, o foco são ambientes mais amplos, funcionais e leves. Dessa forma se consegue ambientes mais criativos e inovadores.

Um ambiente de trabalho compartilhado pode ser mais funcional e favorecer o relacionamento entre os colaboradores também influencia na produtividade dos mesmos.

Muitas vezes, os chefes e colaboradores trabalham lado a lado em espaços integrados pensados para facilitar as rotinas produtivas.

3. Valorização da iluminação

A iluminação é um dos pontos mais importantes de um projeto de arquitetura corporativa. O ambiente deve ser bem iluminado para o conforto do colaborador e também para inspirar energia e criatividade.

A iluminação é um dos pontos mais importantes de um projeto de arquitetura corporativa. O ambiente deve ser bem iluminado para o conforto do colaborador e também para inspirar energia e criatividade.

A iluminação é um ponto primordial para valorizar e harmonizar seu projeto arquitetônico. Assim, a tendência da arquitetura corporativa é um ambiente que seja confortável e bem iluminado.

É preciso que a iluminação deve ser pensada de forma a atender as diferentes necessidades profissionais de casa departamento. Isso porque, quando usada de forma correta a iluminação também pode melhorar o desempenho e produtividade dos funcionários.

As lâmpadas fluorescentes e de LED são as opções mais econômicas, se levado em consideração o consumo de energia e vida útil.

As lâmpadas fluorescentes são as mais acessíveis. Contudo, as de LED são mais resistentes e demandam menos manutenção, tendo ainda uma vida útil maior.

As lâmpadas halógenas não são tão econômicas como as fluorescentes e de LED, mas produzem uma luz vibrante e elegante, que realça a cor dos objetos. Essas lâmpadas são ideais para dar uma ênfase maior nos cenários criados pelos projetos. Os modos como as lâmpadas são posicionadas também influenciam na iluminação.

Outro fator importante para se levar em consideração  em um projeto de arquitetura corporativa é o uso da luz externa natural.

Para auxiliar na iluminação de ambientes, como mesas, por exemplo, as luminárias são um excelente recurso, pois produzem uma intensidade luminosa diretamente no local desejado.

4. Personalização do mobiliário

Mobiliário ergonômico e móveis modulares são tendências da arquitetura corporativa para 2019.

Mobiliário ergonômico e móveis modulares são tendências da arquitetura corporativa para 2019.

O mobiliário deve ser pensado de acordo com o layout do ambiente corporativo e também para atender as necessidades dos profissionais. Os móveis devem ser funcional e também priorizar a ergonomia.

Isso porque, é comum que os trabalhadores passem mais tempos nos locais de trabalho de que em qualquer outro local. Assim, os móveis ergonômicos estão ligados ao conforto e, até mesmo, à questões de saúde.

Investir em um mobiliário ergonômico também possibilita que os funcionários façam ajustes nos móveis para que fiquem mais confortáveis.

Neste sentido, priorizando a ergonomia e o melhor aproveitamento dos espaços, os móveis integrados têm se tornado uma tendência em ambientes corporativos.

Estes móveis podem ser colocados em um ambiente amplo, sem que seja preciso fazer a separação de setores e salas. Dessa forma, se garante uma economia de espaço e também maior comunicação entre as equipes.

5. Uso da arquitetura biofílica

As plantas em escritórios podem propiciam sensação de bem-estar e relaxamento, além de melhorar a qualidade do ar.

As plantas em escritórios podem propiciam sensação de bem-estar e relaxamento, além de melhorar a qualidade do ar.

A arquitetura biofílica está ligada à inclusão da natureza em projetos arquitetônicos. Entende-se que o contato com a natureza deve ser constante, já que é capaz de aflorar sensação de bem-estar e relaxamento.

De acordo com o Human Spaces, funcionais que trabalham rodeados de elementos naturais possuem 15% mais produtividade e 6% mais criatividade. Por isso, o uso da biofilia é uma das tendências da arquitetura corporativa para 2009.

Assim, incorpora-se a natureza aos ambientes corporativos, seja em projetos que priorizem a luz natural, na inclusão de plantas, hortas e até mesmo projetos sustentáveis de reaproveitamento de água e reciclagem.

Deseja incorporar essas tendências em seu ambiente corporativo? Acesse o site da T2 Arquitetura e Engenharia Corporativa e solicite um orçamento!