A mudança nas relações de trabalhos nos últimos anos é uma realidade. Assim, muitos gestores já compreenderam que o sucesso de uma empresa depende, principalmente, das pessoas. Neste texto vamos falar sobre a arquitetura corporativa como estratégia de crescimento.

Os gestores, colaboradores e clientes são peças fundamentais nos resultados de uma empresa.

Assim, ter um ambiente corporativo funcional, agradável e também bonito do ponto de vista estético vai transparecer aos colaboras e clientes os valores e missão da empresa.

Por isso, cada vez mais a arquitetura corporativa como estratégia de crescimento institucional se mostra um tendência.

Um projeto de arquitetura corporativa deve ser pensado para criação de ambientes funcionais, que atendam as diversas necessidades dos colaboradores. Além disso, precisa ser pensado não apenas para o presente, mas também para o futuro do negócio e ter custos condizentes com o orçamento que a empresa possui disponível para investir em estrutura.

Acredite, a arquitetura corporativa pode trazer muitos benefícios a sua empresa ou negócio. Entre esses benefícios estão a maior lucratividade, funcionários mais engajados e que realmente vestem a camisa da empresa e o fortalecimento da identidade visual, já que todo o projeto vai ser construído com base nisso.

A arquitetura corporativa tem sido cada vez mais usada por empresas que mostram preocupação com seus colaboradores e buscam crescimento no mercado que estão inseridas.

A arquitetura corporativa tem sido cada vez mais usada por empresas que mostram preocupação com seus colaboradores e buscam crescimento no mercado que estão inseridas.

Uma pesquisa da Universidade de Warwick, no Reino Unido, concluiu que funcionários mais felizes produzem mais e podem contribuir de forma significativa para o crescimento da empresa.

O projeto de arquitetura corporativa

Para que a arquitetura corporativa como estratégia de crescimento seja eficiente é necessário que primeiro haja um planejamento antes do projeto.

O planejamento deve começar a partir do objetivo da empresa, o contexto que o negócio está inserido no mercado e o conhecimento da realidade tanto dos colaboradores quanto dos clientes.

Saber essas informações são fundamentais para se ter uma visão amplificada na fora de conceber um espaço em que cada metro quadrado seja aproveitado de modo funcional, inteligente e humanizado.

Além disso, é essencial que as boas práticas de arquitetura sejam cumpridos, no que diz respeito a estética, que deve refletir a imagem da empresa, e ao fluxo, que deve facilitar o tramite de pessoas, materiais e insumos na rotina de trabalho.

Além de refletir a imagem da empresa, usando suas cores, símbolos e expondo valores e objetivos, um projeto de arquitetura corporativa deve ser pensado para facilitar as rotinas de trabalho.

Além de refletir a imagem da empresa, usando suas cores, símbolos e expondo valores e objetivos, um projeto de arquitetura corporativa deve ser pensado para facilitar as rotinas de trabalho.

Para ser eficiente como estratégia, o projeto de arquitetura corporativa precisa criar espaços dinâmicos com boa iluminação, acústica adequada, acessibilidade, ergonomia e dentre outros fatores que vão impactar de forma direta no bem-estar e segurança dos funcionários.

Se a empresa seguir a linha de gestão participativa, os espaços devem ser pensados de forma que funcionários de diferentes setores possam partilhar das mesmas estações de trabalho.

Este tipo de organização de espaço gera maior convívio e integração, facilitando a comunicação, o fluxo de informação e, consequentemente, o aumento da produtividade.

A importância para a sustentabilidade de um projeto de arquitetura corporativa

A sustentabilidade não deve ser vista como uma tendência ou moda passageira, mas sim como uma necessidade do nosso atual cenário. deve está presente em um projeto de Assim, a preocupação com o meio ambiente deve está inclusa no projeto de arquitetura corporativa aborde questões de sustentabilidade.

Se buscar soluções ecologicamente corretas era algo difícil e caro, hoje já não é mais. Assim, a maioria  dos escritórios de arquitetura já estão antenados com essa demanda e aptos para oferecerem opções viáveis e de acordo com o orçamento disponível.

A preocupação ambiental faz com que seja necessário buscar soluções inovadoras que sejam sustentáveis e que também possuam um custo menor de operação.

Um bom exemplo são projetos que valorizem a luz natural, uso de lâmpadas de LED, a escolha de móveis e elementos decorativos que usem madeira de demolição, sistema de separação de lixo, uso de equipamentos de alto desempenho e entre outras.

Projetos que valorizam a luz natural como forma de sustentabilidade.

Projetos que valorizam a luz natural como forma de sustentabilidade.

Vale ressaltar que o ecologicamente correto também é uma forma de crescimento para os negócios, pois os clientes possuem preferência por marcas que possuem essa preocupação. Assim, adotar opções sustentáveis também é uma forma de mostrar aos colaboradores e aos clientes que a empresa possui responsabilidade ambiental.

A arquitetura corporativa como estratégia de crescimento tem sido adotada por muitas empresas que compreendem a importância de um ambiente planejado pensado na cultura organizacional da empresa e também no bem-estar dos funcionários. Acesse o site da T2 Arquitetura e solicite um projeto para a construção ou reforma do seu espaço.