Os benefícios da arquitetura corporativa têm feito com que este segmento cada vez mais cresça no Brasil.

O objetivo da arquitetura corporativa é transformar ambientes de trabalho de forma que fiquem não somente mais produtivos, mas também confortáveis e com espaços diferenciados, em que os layouts modernos sejam pensados para facilitar as rotinas de trabalho.

Por meio desse tipo de arquitetura é possível transformar qualquer espaço em um ambiente de trabalho que seja agradável e atenda as demandas dos funcionários e clientes, independente se a empresa é de grande, médio ou pequeno porte.

Para ser eficiente a arquitetura corporativa atenta para questões além da estética, como a comunicação, relacionamento entre os funcionários, ergonomia, transmissão das ideais e valores da marca serviço e bem-estar tanto dos funcionários quanto dos clientes.

O conceito de arquitetura corporativa não se restringe à apenas escritórios, pois também pode ser aplicado em estabelecimentos como restaurantes, hotéis, shoppings, condomínios e entre outros.

Os benefícios da arquitetura corporativa

No caso de ainda ter dúvidas em investir nesse tipo de projeto, listamos 10 benefícios da arquitetura corporativa. Confira:

1. Confere identidade ao ambiente

Você sabia que é possível transmitir a essência e valores do seu negócio a partir do projeto de arquitetura?

Este é um dos principais benefícios da arquitetura corporativa, que faz ser possível a criação de espaços arrojados que ajudam a transmitir aos clientes o que é a sua marca, qual o objetivo e como ela se comporta diante do mercado na qual está inserida.

Ou seja, o projeto arquitetônico também incorpora a identidade e valores do seu negócio.

A arquitetura corporativa faz com que o espaço de trabalho fique com a identidade de seu negócio.

A arquitetura corporativa faz com que o espaço de trabalho fique com a identidade de seu negócio.

2. Facilita a comunicação e relacionamento entre os funcionários

A arquitetura corporativa é pensada de forma que o layout do espaço valorize as relações interpessoais e relacionamento dos funcionários.

Assim, se no escritório for trabalhar vários funcionários, é preciso atentar para um layout funcional e que seja confortável para todos.

A proximidade faz com que a comunicação seja facilitada e também que haja o fortalecimento e união da equipe. O modo como os locais de trabalho são dispostos devem ser pensada de forma a favorecer o relacionamento e troca de informação entre os funcionários.

Em escritórios em que há a necessidade de concentração e silêncio, como é o caso de contabilidade, advocacia e consultoria, optar por divisórias de vidro é uma forma bastante eficiente de promover a integração e o trabalho em equipe. Além disso, usar esse tipo de layout agrega classe e modernidade ao ambiente.

Facilitar a comunicação e as relações interpessoais é um dos benefícios da arquitetura corporativa. Para isso, as barreiras., como paredes, são eliminadas.

Facilitar a comunicação e as relações interpessoais é um dos benefícios da arquitetura corporativa.
Para isso, as barreiras., como paredes, são eliminadas.

3. Valorização do conforto dos funcionários e consequentemente o aumento da produtividade

O bem-estar e conforto dos funcionários é o ponto chave da arquitetura corporativa. Neste contexto, é preciso atentar em pontos como a iluminação e também na escolha dos móveis ideais. Tudo isso é pensado de forma a aumentar a produtividade dos colaboradores.

Neste contexto, a iluminação pode está diretamente ligada ao desempenho e produtividade dos colaboradores no local de trabalho, já que pode impactar no sono, humor, criatividade e até mesmo saúde mental das pessoas.

Assim, o ambiente deve ser bem iluminado, seja de forma natural ou artificial. Para uma boa iluminação, janelas, paredes de vidro, dimmers e luminárias podem fazer com que o espaço além de iluminado fique também mais estiloso e receptivo para os funcionários e clientes.

Outro ponto importante é que a iluminação seja pensada de forma que não se tenha cansaço visual. Por isso, deve-se sempre preferir a luz branca em detrimento da amarela, pois a luz branca faz com que haja menos cansaço visual.

A arquitetura corporativa se preocupa com o conforto dos funcionários, por isso considera fatores como a iluminação, acústica e temperatura.

A arquitetura corporativa se preocupa com o conforto dos funcionários, por isso considera fatores como a iluminação, acústica e temperatura.

4. Soluções que melhoram a ergonomia do espaço

A arquitetura corporativa não pensa somente no projeto da construção do espaço, mas também em detalhes do design, o que inclui a ergonomia e saúde e bem-estar dos trabalhadores.

Neste sentido, em relação às mesas, que são um espaço estratégico do escritório, já que é lá que ocorre o trabalho. Por isso, as mesas devem ser pensadas de forma que favoreça a funcionalidade do trabalho.

Além do tamanho ideal, o mais indicado é optar por mesas que possuem alturas ajustáveis. Dessa forma, cada funcionário pode adaptar o móvel de acordo com seu tipo físico.

Em relação ao formato, as mesas retangulares são ideais para escritórios individuais. Já as mesas redondas são indicadas para reuniões.

Se o ambiente é pequeno, a mesa em formato de “L” costuma ser uma ótima opção, que alia estética e funcionalidade.

A altura de mesas e cadeiras é um fator essencial para prevenir lesões dos trabalhadores.

A altura de mesas e cadeiras é um fator essencial para prevenir lesões dos trabalhadores.

Já as cadeiras também são vistas com atenção especial, tendo em vista que ficar sentado por muito tempo pode causar lesões na estrutura da coluna, o que certamente motivará dores fortes, o que é motivo de desânimo, estresse e cansaço.

Uma cadeira que não seja ideal vai impactar diretamente na baixa produtividade do colaborador no ambiente de trabalho.

Assim, a cadeira ergonômica permite que se fique confortável sentado e em uma posição de equilíbrio, já que ajuda a manter a boa postura.

As cadeiras ergonômicas são as mais indicadas para os escritórios corporativos por ser possível fazer o ajuste de altura, encosto e assento de acordo com o tipo físico de cada colaborador.

5. Pensa nas cores e sensação que causam no ambiente

Um projeto arquitetônico que dê a sensação de um ambiente amplo (ainda que o espaço não seja tão grande assim) e organizado, certamente vai fazer com que você e seus funcionários trabalhem de forma mais confortável.

Assim, as cores usadas possuem grande impacto na decoração de escritório. Deve-se dar preferência às cores que perpassem uma sensação de tranquilidade e aconchego, como o azul, verde e lilás, por exemplo.

Os tons mais vibrantes, como o vermelho e alaranjado, por exemplo, devem ser usado com moderação, em somente uma parede ou em detalhes, pois essa cor pode passar a sensação de agressividade e medo.

O contraste de cores na parede costuma deixar o ambiente mais favorável à criatividade e ao surgimento de ideias.

Já o branco, que é uma cor bastante utilizada em escritórios corporativos, pode não ser a melhor opção, pois pode transparecer pouco estímulo e até mesmo causar sensação de tédio nos colaboradores.

O efeito e sensação que as cores provocam também devem ser levadas em consideração no projeto arquitetônico.

O efeito e sensação que as cores provocam também devem ser levadas em consideração no projeto arquitetônico.

6. Facilita as rotinas de trabalho e maior funcionalidade dos espaços

A arquitetura corporativa permite a uma melhor organização dentro da empresa e também a melhor comunicação entre os setores.

Vale ressaltar que um ambiente organizado impacta diretamente no bem-estar e vontade de produzir dos colaboradores.

Com uma comunicação facilitada o planejamento se torna também mais fácil e fluído, o que impacta diretamente no aumento da produtividade.

Um dos principais benefícios da arquitetura corporativa é tornas os espaços mais eficientes e funcionais.

Desse modo, os processos são feitos com maior agilidade e velocidade. Para que isso ocorra, os arquitetos pensam na melhor disposição dos móveis e arquivos, que devem ser colocados de acordo com o seu uso.

Na arquitetura corporativa, os ambientes são pensados para facilitar as rotinas de trabalho.

Na arquitetura corporativa, os ambientes são pensados para facilitar as rotinas de trabalho.

A divisão dos departamentos no espaço também é feita de acordo com as necessidades de comunicação e troca de informações.

Em geral, a arquitetura corporativa busca soluções inovadoras para que a troca de informação e conhecimento entre os colaboradores ocorra de forma otimizada ao mesmo tempo em que os espaços de trabalho também fiquem mais confortáveis.

Isso tudo é possível, pois o arquiteto vai considerar as tarefas executadas e o perfil de cada profissional dentro da empresa, o que fará com que a equipe trabalhe em maior harmonia.

7. Redução dos custos operacionais

A arquitetura corporativa também atua na redução de custos operacionais do negócio, já que os profissionais especializados nesse segmento estão aptos para encontrar as melhores formas para que a empresa tenha economia de recursos, como economia a economia de energia e otimização de espaço, por exemplo.

No desenvolvimento de projetos de arquitetura corporativa são considerados fatores como de que forma a luz natural pode ser mais bem aproveitada.

Em relação à escolha dos móveis, sempre se pensa em itens que seja de qualidade e longa duração, o que se evita que uma nova compra seja feita por um bom tempo.

Por ser pensada de forma personalizada, os projetos de arquitetura corporativa fazem com que não seja necessária futuras reformas no ambiente.

Por ser pensada de forma personalizada, os projetos de arquitetura corporativa fazem com que não seja necessária futuras reformas no ambiente.

8. Otimização do espaço

A arquitetura corporativa tem o poder de transformar um espaço que parece pequeno em uma ótima sala de trabalho.

Para isso se utiliza da instalação de divisórias e aproveitamento de todos os espaços, até mesmo aqueles que parecem perdidos como cantos e corredores.

O uso de móveis multiusos também é um artifício para melhor aproveitar os espaços. A experiência dos arquitetos faz toda a diferença na hora de fazer esse tipo de projeto.

A arquitetura corporativa transforma qualquer espaço, ainda que pequeno, em um ambiente de trabalho funcional.

A arquitetura corporativa transforma qualquer espaço, ainda que pequeno, em um ambiente de trabalho funcional.

9. A arquitetura corporativa também é uma estratégia de negócio

Certamente entrar em um escritório bem projetado e que transmita uma sensação de funcionalidade e organização vai fazer toda diferença na experiência do cliente e relacionamento que ele vai construir com a sua empresa.

Assim, investir na arquitetura corporativa também é uma estratégia de negócio que tanto pode ser usada para atrair quanto para reter clientes.

A arquitetura corporativa também faz o direcionamento da visão dos clientes para os pontos da cultura e mensagens principais que desejam ser transmitidas.

Não é a toa que este tipo de projeto é encarado como um aliado a empreendedores e gestores que buscam melhores resultados, já que tem impacto em dois dos mais importantes fatores em um negócio bem sucedido, que são a fidelização dos clientes e produtividade dos colaboradores.

Por reforçar a cultura organizacional, o projeto de arquitetura também é uma forma tanto de fidelizar quanto atrair novos clientes.

Por reforçar a cultura organizacional, o projeto de arquitetura também é uma forma tanto de fidelizar quanto atrair novos clientes.

10. Possibilidade de implementação de projetos sustentáveis

Muito mais do que um modismo nas empresas, a sustentabilidade tem sido encarada como uma necessidade urgente em todo mundo.

Assim, a arquitetura corporativa pensa e trabalha com recursos renováveis, soluções ecologicamente corretas e a preservação do meio ambiente.

Vale ressaltar que os consumidores estão cada vez mais atentos a essas questões e preferindo uma atuação coerente e engajada das empresas da qual consomem produtos e serviços.

Pensar de forma ecologicamente correta é uma atitude que cada vez mais tem sido adotadas por empresas e também é um fator de escolha dos clientes na escolha de um produto serviço.

Pensar de forma ecologicamente correta é uma atitude que cada vez mais tem sido adotadas por empresas e também é um fator de escolha dos clientes na escolha de um produto serviço.

Os projetos sustentáveis vai além da implementação de materiais que seja ecologicamente corretos, já que também focam em estratégias, processos tecnológicos e uso integrado do espaço.

Cada detalhe deve ser pensado com muito cuidado e, em longo prazo, também terão impactos de redução de custos nas rotinas da empresa.

Como você pode ver, os benefícios da arquitetura corporativa são muitos e impactam até mesmo na lucratividade e construção da imagem do seu negócio. Consulte a T2 Arquitetura e Engenharia e conheça o serviço de construção e reforma de escritórios.