Escritório com espaço de conveniência

A arquitetura corporativa está presente no escritório de grandes empresas, como o Google, Microsoft e Facebook. Neste texto, vamos falar como aliar funcionalidade e estética na arquitetura corporativa.

Na arquitetura corporativa cada ambiente é pensado de modo a aumentar a funcionalidade e bem-estar dos colaboras. Mas, não apenas isso: Um design moderno que seja atraente para funcionários e clientes também é premissa fundamental de um projeto de arquitetura corporativa.

Assim, a funcionalidade e a estética devem estar lado a lado. De nada adianta, o espaço ser belíssimo se o mobiliário é desconfortável, a iluminação incide na tela dos monitores, há bloqueio para o fluxo de pessoas e entre outros fatores que possam atrapalhar o rendimento dos funcionários.

Mais do que esteticamente agradável, o ambiente de trabalho precisa ser funcional e favorecer o conforto necessário para os colaboradores desempenharem suas funções.

Mais do que esteticamente agradável, o ambiente de trabalho precisa ser funcional e favorecer o conforto necessário para os colaboradores desempenharem suas funções.

Em casos como esse se percebe que estética foi colocado em primeiro plano na espera que a funcionalidade acompanhasse ou se adaptasse ao projeto. Mas, nem sempre é possível.

A funcionalidade deve estar em primeiro lugar

A criação de ambientes de trabalho confortáveis e atraentes está relacionada ao aumento da produtividade, que já foi comprovada que é maior em ambientes pensados de forma personalizada e de acordo com as funções exercidas.

O projeto de arquitetura corporativa deve ser pensado, primeiramente, a partir da funcionalidade. A estética deve se adaptar ao ambiente funcional e não ao contrário.

O projeto de arquitetura corporativa deve ser pensado, primeiramente, a partir da funcionalidade. A estética deve se adaptar ao ambiente funcional e não ao contrário.

Desse modo, em um local de trabalho é fundamental que a funcionalidade seja a primeira coisa a se pensar quando o projeto está sendo desenvolvido.

A estética deve ser pensada a partir da funcionalidade e não ao contrário. O conforto dos funcionários e estar de acordo com as normas de segurança e prevenção aos riscos em longo prazo para a saúde do trabalhador.

Dessa forma, é possível ter um ambiente funcional e esteticamente moderno, agradável e que cause bom impacto.

O que é o ergodesign?

Como uma forma de unir estética e funcionalidade surgiu o termo ergodesign, que é uma forma de acabar com total e qualquer possível barreira que possa haver entre funcionalidade e design.

Apesar de não ser um termo muito conhecido é do ergodesign que vem conceitos relacionados a usabilidade e da experiência do usuário.

A partir do ergodesign é possível garantir que todas as informações conseguidas na fase da construção de um projeto sejam aplicadas para criar espaços mais funcionais e também agradáveis esteticamente.

De olho nas tendências que valorizam os colaboradores de uma empresa, muitas empresas estão modernizando seus espaços e aplicando os princípios do ergodesign. Essas modificações, certamente, tornam as equipes de trabalho mais motivadas e engajadas na empresa.

O ergodesign surgiu para acabar de vez com as barreiras entre funcionalidade e estética.

O ergodesign surgiu para acabar de vez com as barreiras entre funcionalidade e estética.

Além disso, é extremamente importante, tendo em visto que um trabalhador passa boa parte do dia no trabalho e, por isso, precisa ter um local de trabalho adequado para exercer suas funções com maior conforto e produtividade.

Os primeiros passos para aliar funcionalidade e estética na arquitetura corporativa.

Sabendo que a funcionalidade deve ser anterior à estética, o primeiro passo para a criação de um projeto de arquitetura corporativa está na compreensão das necessidades da empresa.

Essas necessidades variam de acordo com o perfil, segmento e atividades realizadas no espaço que vai ser projetado.

Vale ressaltar, que os espaços devem ser pensados tanto para o coletivo quanto também para o individual. É preciso que os colaboradores percebam que os espaços foram pensados para atendê-los e promover bem-estar no ambiente de trabalho.

Para compreender o perfil da empresa e dos colaboradores, é necessário observar o dia-a-dia da empresa e também conversar com os colaboradores para conhecer suas atividades e aquilo que realmente eles precisam para deixar o trabalho mais confortável, funcional e produtivo.

Para projetar espaços eficientes, no que diz respeito a atender às necessidades dos colaboradores, é preciso conhecer a fundo a empresa onde o projeto será aplicado.

Para projetar espaços eficientes, no que diz respeito a atender às necessidades dos colaboradores, é preciso conhecer a fundo a empresa onde o projeto será aplicado.

Isso pode ser feito também a partir de pesquisas por questionários, análises dos diagnósticos da empresa e entre outras formas.

Está procurando um escritório de arquitetura para unir funcionalidade e estética na arquitetura corporativa? Acesse o site da T2 Arquitetura e Engenharia Corporativa e solicite um orçamento para construção ou reforma de seu ambiente corporativo.