Herman Miller

Herman Miller é uma das maiores referências em mobiliário para escritório. Neste post, você confere 10 curiosidades sobre a empresa americana responsável por produzir móveis lendários.

Conheça a empresa

Quando falamos em cadeiras de escritório com design inovador, logo vem a mente as móveis idealizados e produzidos pela Herman Miller. A empresa possui mais de 108 anos de história e ficou conhecida em meados do século XX como sinônimo de móveis modernos.

cadeira herman miller

cadeiras de escritório com design inovador, logo vem a mente as móveis idealizados e produzidos pela Herman Miller

Grandes nomes já passaram pela Herman Miller, como os designers George Nelson e Charles e Ray Eames. Além de cadeiras para escritório, a empresa também produz mobiliário de interiores, soluções para ambientes de saúde e tecnologia.

Apesar de ter diversificado a sua produção, investindo em diferentes tipos de mobiliários, as cadeiras ergonômicas para escritório ainda não consideradas o carro-chefe da empresa.

A sede da empresa está localizada em Zeeland, Michigan (EUA) e seus revendedores e clientes estão espalhados por mais de 100 países.

Agora que você conhece um pouco mais sobre a história da Herman Miller, confira 10 curiosidades sobre uma das maiores empresas de móveis do mundo.

1. Herman Miller não é o nome do fundador da empresa

O nome Herman Miller ficou conhecido mundialmente, ele foi escolhido como uma homenagem ao sogro do fundador da empresa. Ou seja, se você achava que a empresa tinha o nome do seu fundador, se enganou.

O empresário Herman Miller ajudou o seu genro D.J. Pree a comprar, em 1923, a Michigan Star Furniture, que passaria a se chamar Herman Miller.

2. Um dos maiores designers da empresa foi contratado mesmo sem ter nenhuma experiência na área

Por mais estranho que possa parecer, George Nelson, que ficou conhecido posteriormente como um dos maiores designers de móveis, foi contratado pela empresa mesmo sem ter nenhuma experiência na área.

Um artigo publicado pela revista Life foi o grande responsável pela contratação de George Nelson por De Pree, fundador da empresa. O artigo em questão destacava o projeto de armário embutido criado por George.

Posteriormente, a George Nelson & Associates tornou-se uma grande parceira da Herman Miller, através da criação de designers marcantes e inovadores.

George Nelson

3. Consciência sustentável norteia a produção da empresa

Primeiramente, é importante destacar que a preocupação com o meio ambiente é uma das principais características da Herman Miller.

Em 1989, a empresa decidiu encerrar a produção das cadeiras de fibra de vidro do modelo Charles Eames por não atender aos requisitos de preservação ambiental.

Dois fatores influenciaram a decisão da empresa de encerrar a utilização de fibra de vidro na sua produção: a química envolvida no processo e o fato do material não ser reciclável.

No ano 2000, após realizar alguns estudos, a empresa encontrou uma solução para que a Charles Eames retornasse ao seu catálogo, a cadeira passou a ser produzida em propileno reciclável. Em 2013, a empresa começou a utilizar uma nova fibra de vidro reciclável.

Atualmente, a Herman Miller acumula mais de 50 prêmios de boas práticas ambientais e é reconhecida como exemplo de política ambiental.

Simultaneamente, a empresa foi reconhecida pelo Dow Jones Sustainability World Index, por sua liderança em sustentabilidade corporativa em seu setor.

4. Produtos que foram idealizados décadas atrás continuam fazendo sucesso

Se tem uma característica que está no DNA da Herman Miller é inovação. Apesar disso, a empresa também faz sucesso pelos seus produtos icônicos que continuam sendo objeto de desejo de muita gente.

Lançada em 1994, a icônica cadeira Aeron é conhecida com um dos maiores sucessos da Herman. A empresa já vendeu mais de sete milhões de unidades em 134 países.

Em 2016, a empresa anunciou o lançamento da nova cadeira Aeron. A forma original do modelo foi preservada, porém os designers Bill Stumpf e Don Chadwick realizaram algumas melhorias, como a retirada de toda espuma e tecido.

De acordo com a empresa, a nova Aeron é resultado da combinação entre conhecimento sobre antropometria, ergonomia e avanços em tecnologia e materiais.

cadeira Aeron Herman Miller

5. A Herman Miller desenvolveu uma parceria de sucesso com a Toyota

Muitos fatores influenciaram o sucesso da empresa e fizeram com que ela se destacasse no mercado de móveis.  Entre esses fatores, destaca-se a parceria com a multinacional do setor automobilístico, Toyota.

À primeira vista, a parceira pode parecer inusitada, mas ela foi essencial para que a Herman Miller conseguisse aprimorar o seu ritmo de produção. Em 1996, a empresa se tornou a única empresa de móveis a desenvolver uma relação de parceria com a Toyota.

A Herman Miller implementou o sistema de produção desenvolvido pela empresa japonesa que permitiu uma produção mais eficiente com redução de espaço, melhoria da capacidade produtiva e do nível de qualidade e aumento da segurança.

6. Os produtos Herman Miller passam por testes rigorosos

Já falamos aqui sobre a preocupação da Herman Miller com questões ambientais. Nesse sentido. a empresa se orgulha de garantir que seus produtos tenham um longo prazo de durabilidade. De acordo com a empresa, produtos que foram produzidos durante a década de 1950 ainda continuam sendo utilizados atualmente, graças aos rigorosos testes de qualidade.

Durante os testes, as cadeiras são pressionadas com peso médio de um humano e reclinadas mais de 1.000 vezes.

Além disso, câmaras especiais simulam frio extremo, umidade, maresia e outras condições climáticas. O objetivo é reproduzir diferentes cenários e situações que os consumidores vivenciam.

7. A empresa já produziu relógios

A história de uma empresa com mais de 108 anos com certeza reserva algumas curiosidades. Em 1926, foi criada a Herman Miller Clock Company, e, anos mais tarde, o fundador da Herman Miller, D.J. De Pree decidiu transferir a direção da empresa focada na produção de relógios para o seu cunhado, Howard Miller.

O novo dono mudou o nome da empresa para Howard Miller Clock Company. Os relógios de mesa projetados pelo arquiteto nova-iorquino Gilbert Rohde são os maiores destaques da empresa.

relógio howard miller

8. Muitos designs são descartados

Como toda empresa que deseja oferecer os melhores produtos para os seus consumidores, a Herman Miller já descartou peças que, por algum motivo, não estavam alinhadas com a proposta da empresa.

De acordo com a Herman, na primeira coleção idealizada pelo designer George Nelson foram descartadas mais de 140 peças. Os projetos que não foram levados adiante pela empresa se tornaram verdadeiros artigos de coleção. A casa de leilões Richard Wright  se tornou um dos principais locais onde é possível encontrar peças antigas e descontinuadas da Herman Miller.

9. A empresa passou por uma grande transformação durante a Grande Depressão

Assim como outras empresas, a Herman Miller enfrentou alguns problemas durante a crise da década de 1930, conhecida como a Grande Depressão.

Para contornar os efeitos da crise e salvar a empresa, De Pree ouviu os conselhos do designer nova-iorquino Gilbert Rohde e decidiu se afastar do designer de mobiliário tradicional que vinha sendo adotado desde então. Assim, ele apostou em produtos que melhor atendiam o estilo de vida e novas necessidades dos consumidores.

10. Herman Miller revolucionou o design de escritório

Em 1968, a empresa lançou o sistema Action Office, considerado o primeiro sistema modular aberto do mundo. Ele foi projetado por Robert Propst a partir de painéis e sistemas de fixação e é considerado uma verdadeira revolução do design de escritório. Em outras palavras, a empresa é um verdadeiro caso de sucesso.