Dicas para saúde ocupacional

Saúde ocupacional, você já ouviu falar? A atenção voltada à saúde do trabalhador vem ganhando muito destaque e está cada vez mais em pauta do setor de Recursos humanos! Sabe-se que o bem-estar do colaborador acarreta consequências tanto jurídicas, como econômicas para as organizações e em muitos casos, tais fatos negativos podem tomar grandes proporções e se sobressair aos fatos positivos, tudo por conta de conflitos e déficit na qualidade de vida do colaborador.

Não é de hoje que sabemos da importância em desenvolver estratégias que funcionem no meio corporativo, não é mesmo? Porém, até os gestores que desenvolvem seus cargos de liderança a anos enfrentam alguns problemas na hora de tomar decisões sobre a melhor forma de oferecer ajuda aos seus subalternos.

Traçar metas que visualizem tanto lucro e desenvolvimento da empresa, como também resguardar saúde e boas práticas profissionais se tornam um verdadeiro combate diário. Afinal não basta dar subsídios básicos para manter o colaborador em seu cargo. É necessário ir além e pensar na prevenção! Uma vez que a saúde ocupacional tem se tornado uma das principais áreas de um bom empreendimento.

Maneiras de promover saúde ocupacional

Maneiras de promover saúde ocupacional

A empresa que foca na saúde do colaborar não somente fora da empresa, como bons convênios médicos e odontológicos, mas inova trazendo e promovendo o bem-estar do sujeito dentro da empresa, certamente irá trazer muitos benefícios direta e indiretamente, além de desenvolver um clima organizacional muito mais produtivo e seguro para todos, desde o faxineiro até o diretor.

O conhecimento é muito importante para a resolução de conflitos já instalados e evitar aqueles que estão por vir! Então, confira abaixo uma apresentação sobre a importância da saúde ocupacional e em seguida algumas formas de promover a saúde ocupacional dentro da empresa!

O que é saúde ocupacional?

Antes de falarmos sobre as 5 formas de promover saúde ocupacional dentro das empresas, é importante saber o que de fato é essa forma de saúde!

Leia também: 12 dicas de Feng Shui para escritórios

Se refere ao setor encarregado da junção, tanto pela integridade física quanto a emocional dos colaboradores com base em suas funções. Tendo essa área como a responsável, a empresa traça procedimentos para diminuir a ocorrência de doenças ocupacionais e também, promover o bem-estar das coletividades.

Por que o assunto é importante?

Há duas frentes em questão, sendo elas de natureza econômica, em que acontece a diminuição da capacidade de produtiva do colaboradores e com isso, precisam ser substituídos e a frente jurídica, que corresponde ao fato de pagamentos de indenizações e revogações contratuais perante a comprovação de equívocos referentes aos cumprimentos de obrigações legais que busquem a prevenção de doenças.

Importância da saúde ocupacional

Importância da saúde ocupacional

E claro, quando a organização aposta da promoção da saúde de seus profissionais, os resultados que retornam são positivos. Uma vez que um colaborador satisfeito, focado e determinado tende a produzir muito mais que um totalmente oposto dele, que passa por conflitos físicos e emocionais.

Toda essa atenção ao seu pessoal faz da empresa um exemplar que preza pela saúde no meio organizacional, e isso certamente irá favorecer na hora de filtrar e manter os talentos. Atualmente não se trata unicamente das questões financeiras na hora de decidir por uma mudança de emprego.

A importância que as corporações dão para a saúde ocupacional de seus colaboradores exerce uma força enorme sobre a população dentro, e fora da empresa, afinal tudo o que faz acaba agregando valor à marca.

Como promover saúde ocupacional na empresa

Agora, vamos ao que realmente importa! Conheça as 5 formas de promover saúde ocupacional:

1- A importância da ergonomia

A ergonomia é muito valorizada em ações que pedem muito esforço repetitivo, o que acaba se tornando rotina no uso de computadores no cotidiano das empresas, pode ser muito prejudicial.

Saúde ocupacional, ergonomia

Saúde ocupacional, ergonomia

Logo, executar algumas pausas para se alongar, usar equipamentos que tragam conforto como cadeiras com um assento macio e que proteja a lombar ou para as pessoas menores que ficam com os pés sem tocar no chão, fazer uso de um apoio para os pés. Algumas ações simples podem evitar problemas graves no futuro.

2- Ginástica Laboral

Como falado anteriormente, uma simples pausa de 5 a 10 minutos pode contribuir muito para a saúde ocupacional. E por que não incrementar uns exercícios de alongamento e relaxamento nessas pausas?

Ginástica laboral é uma excelente alternativa

Ginástica laboral é uma excelente alternativa

A ginástica laboral ajuda na oxigenação da musculatura evitando assim possíveis lesões. Portanto, fazer o alongamento dos principais músculos contribui para que problemas com postura errada, esforços repetitivos e desgaste indevido sejam corrigidos e evitados.

3- Quick massage e a saúde ocupacional

A permanência por um longo período na mesma posição acaba gerando muita tensão nos músculos. Um dos principais músculos que sofrem com isso, é o trapézio, podendo ocasionar dores crônicas e problemas duradouros.

Saúde ocupacional, Quick Massage

Saúde ocupacional, Quick Massage

A quick massage visa ofertar um momento de relaxamento através de uma massagem rápida, com a duração de no máximo 15 minutos, mas que propiciam um imenso alívio na área dos ombros e da lombar. Esses cuidados são feitos por profissionais e aparelhos corretos. Além de promover o relaxamento, certamente dará mais gás para que melhores resultados sejam alcançados.

4- Incentivar a realização de exames periódicos

É garantido por lei a realização de exames periódicos em prol da prevenção e acompanhamento da saúde do colaborador. Contudo, algumas doenças não aparecem em alguns exames ou podem levar tempo para manifestarem sintomas que realmente chamem a atenção do trabalhador e o faça buscar auxílio médico, uma vez que muitas empresas cobram de seus colaboradores os exames apenas por obrigações legais.

Estimule os exames periódicos

Estimule os exames periódicos

Mas conscientizar o quadro de funcionários para que busquem realizar os exames periódicos acaba favorecendo não somente o sujeito, mas a organização. Afinal fica evidente que se preocupa com seus profissionais e não busca apenas o cumprimento de normas.

5- A relevância da Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho (SIPAT)

Quem nunca ouviu falar das famosas Sipats? Pois bem, elas acontecem anualmente e tem a duração de uma semana. Visa promover o cuidado e as precauções quanto aos acidentes de trabalho e as doenças que circundam o ambiente corporativo.

É interessante a empresa inovar, optar por palestras, dinâmicas, materiais e ações que favoreçam a atenção e promulgam a saúde em seus locais de trabalho que possam perdurar o ano todo, não apenas em um período que antecede e depois que sucede a Sipat.

A semana interna de prevenção  de acidentes é obrigatória nas empresas. Mas gestores que almejam o cuidado de seu pessoal busca apresentar conhecimentos e informações que sejam úteis e valorizadas pelos colaboradores, não sendo apenas uma ação legal e burocrática.