Em dúvida sobre qual a melhor iluminação para escritório? Neste texto vamos falar sobre isso. A iluminação de um ambiente corporativo além de influenciar na arquitetura e na valorização do projeto também precisa ser funcional e pensada para o bem-estar dos colaboradores e clientes.

Na arquitetura corporativa, os sistemas de iluminação precisam levar em consideração diversos aspectos, entre eles, o principal é que os colaboradores passam a maior parte do seu sia no ambiente de trabalho e, por isso, precisam estar em um ambiente confortável e seguro. Não é à toa que a iluminação em ambientes corporativos é considerada um fator de segurança.

A Norma Regulamentadora número 17 (NR-17) estabelece as exigências que as empresas devem cumprir em relação à ergonomia de um ambiente de trabalho. A iluminação está entre um desses fatores e a NR-17, neste quesito, está de acordo com a Norma Brasileira Registrada 8995-1 (NBR 8995-1).

Desse modo, é essencial que se tenha uma iluminação que seja adequada e confortável para fazer as atividades diárias com eficiência. Vale ressaltar que não é raro que em ambientes corporativos se façam atividades que precisam de muita atenção visual.

Ao desenvolver a iluminação em um projeto de arquitetura corporativa é necessário, em primeiro lugar, pensar na posição do usuário e suas necessidades. Isto é, a iluminação deve ser instalada de acordo com a disposição dos móveis e funcionários dentro do ambiente de trabalho.

Recomenda-se não instalar uma iluminação com voltagem muito alta, que aquece o ambiente e também causa reflexo em objetos e papeis o que gera incômodo na visão.

O sistema de iluminação geral de um ambiente corporativo

A iluminação geral de um ambiente corporativo precisa ter cerca de 300 e 500 lúmens.

O nível de iluminância de 500 lúmens deve ser colocado no ambiente principal de trabalho. Nas áreas de circulação e periférica, pode-se trabalhar com níveis de iluminância inferiores.

O ambiente geral de trabalho precisa ser iluminado por 500 lúmens.

O ambiente geral de trabalho precisa ser iluminado por 500 lúmens.

A iluminação deve ser instalada de acordo com a disposição dos móveis e funcionários dentro do ambiente de trabalho. Recomenda-se não instalar uma iluminação com voltagem muito alta, que aquece o ambiente e também causa reflexo em objetos e papeis, o que gera incômodo na visão.

A luz precisa ser firme, ou seja, não oscilar (flicker). A oscilação ocorre frequentemente em leds que não possuem filtros que estabilizem possíveis poluições na rede.

A melhor posição das luzes é sempre por cima. As luzes brilhantes devem ser mantidas fora do campo de visão para que se evite o ofuscamento.

Os tipos de iluminação para escritório:

A iluminação para escritório pode ser feita de diversas formas. A seguir, confira os principais tipos:

1. Iluminação para escritório direta

A iluminação direta é usada quando o fluxo luminoso é emitido de forma direta na superfície que se deseja iluminar.

Em ambientes corporativos, esse tipo de iluminação evita que haja perdas da iluminância pela absorção da luz pelo teto ou paredes. Contudo, a desvantagem é que pode produzir sombras no local.

Em geral, a iluminação direta é recomendada para ambientes corporativos que precisam de uma iluminação com mais foco ou quando é preciso dar mais destaque para algum local ou espaço.

Na iluminação direta, o feixe de luz é emitido diretamente na superfície que precisa ser iluminada.

Na iluminação direta, o feixe de luz é emitido diretamente na superfície que precisa ser iluminada.

É frequentemente usada em ambientes que precisam de luz com maior direcionamento e precisão para atividades laborais que exigem grandes níveis de concentração.

2. Iluminação para escritório semi-direta

Na iluminação semi-direta cerca de 60 a 90% do fluxo de luz é dirigido para o teto.

Este tipo de iluminação deixa o escritório com uma luz mais agradável.

Contudo, tem a desvantagem de ter um baixo rendimento luminoso por haver uma grande perda de absorção no teto e nas paredes.

A iluminação semi-direta deixa o ambiente mais confortável. Contudo, a luz é bastante desperdiçada.

A iluminação semi-direta deixa o ambiente mais confortável. Contudo, a luz é bastante desperdiçada.

3. Iluminação para escritório indireta

Neste tipo de sistema de iluminação, 90 a 100% do fluxo de luz é dirigido para o teto. A luz é absorvida pelo teto antes de ser absorvida. Após isso, a luz é refletida de forma uniforme iluminando os outros cantos do local.

A iluminação indireta não possui um foco específico para iluminar e, por isso, o ambiente corporativo é iluminado como um todo.

Este sistema de iluminação funciona muito bem como uma luz de ambientação.

Na iluminação indireta a luz reflete é absorvida no teto e refletida de forma uniforme no ambiente.

Na iluminação indireta a luz reflete é absorvida no teto e refletida de forma uniforme no ambiente.

A iluminação indireta possui foco no conforto visual que proporciona, sendo bastante usada em salas de reunião, bancadas de produção e escritórios.

Já em ambientes de convívio e integração, como salas de espera e recepção, recomenda-se usar a iluminação indireta com cor mais quente. Isso porque, a luz quente cria uma atmosfera mais aconchegante e propícia para um ambiente descontraído.

4. Luz natural

A luz natural deve fazer parte do projeto de iluminação.

Isso porque, a luz que vêm de portas e janelas, além de ser uma medida econômica, também deixa o espaço mais iluminado e arejado.

Deve-se ter um sistema de iluminação que equilibre a iluminação natural e suplementar.

Deve-se ter um sistema de iluminação que equilibre a iluminação natural e suplementar.

O ideal é que o sistema de iluminação instalado faça o equilíbrio entre luz natural e artificial.

O projeto de iluminação no ambiente corporativo é ideal para que se tenha funcionalidade, segurança e conforto no trabalho. Em um ambiente corporativo pode ser usado mais de um tipo de iluminação.

Em busca de um projeto incrível para construir ou reformar seu ambiente corporativo deixando com a iluminação perfeita? Acesse o site da T2 Arquitetura e Engenharia Corporativa e solicite um orçamento.