Montar um escritório corporativo é um processo que gera dúvidas em muitos. Quais móveis escolher? Qual é a melhor iluminação? Como decorar o espaço? Pensando nisso, selecionamos 10 dicas para te ajudar nesse processo.

1. Fique atento às necessidades da sua empresa

Segundo especialistas, um escritório corporativo tem como maior vantagem profissionalizar a imagem de um negócio.

Um passo importantíssimo para quem está pensando em montar um escritório corporativo é pensar de que maneira os espaços se adequarão às necessidades do seu negócio. Tenha sempre em mente que a configuração do seu escritório deve estar de acordo com o modelo de atuação da sua empresa.

A planta do escritório deve considerar fatores como a quantidade de pessoas que trabalham naquele ambiente, o segmento da empresa e a sua imagem corporativa.

Se a empresa possui um ar mais descontraído e incentiva a comunicação e a interação entre os funcionários, invista em espaços de trabalho sem divisórias do tipo open space e com mesas compartilhadas.

espaço de trabalho

Estude a empresa para desenvolver um projeto de escritório corporativo que atenda às suas necessidades

2. Escolha um mobiliário de qualidade e eficiente

Como qualquer outro projeto de arquitetura corporativa, a escolha da mobília é uma etapa que requer atenção.

O projeto do seu escritório corporativo deve considerar o posicionamento adequado da mobília, para que ela não interfira negativamente na produtividade dos funcionários.

A palavra de ordem quando pensamos em escritório corporativo é ergonomia.

Crie um projeto que una funcionalidade e estilo. Nesta hora, conceitos como “usabilidade” e “design centrado no usuário” são bem-vindos. Tendo este fato em mente, uma dica interessante é optar por cadeiras giratórias confortáveis, com assentos e encostos acolchoados.

Outra aspecto importante é investir em móveis com materiais resistentes e duráveis, já que eles serão utilizados diariamente por longos períodos.

A mesa de trabalho é uma peça que deve ser escolhida com atenção. Dê preferência para mesas espaçosas e com altura adequada.

Além de móveis como cadeiras e mesas, invista em um espaço de armazenamento. Dessa forma, você garantirá um espaço mais organizado.

E por último, fique atento para que a mobília não bloqueie a circulação dos funcionários. Especialistas recomendam um espaço de circulação com largura entre 1.20 m e 1.50 m.

Para posicionar o mobiliário de maneira adequada, certifique-se de que os responsáveis pela parte elétrica e pela instalação do ar condicionado receberão uma planta de posicionamento. Com a planta em mãos, o mobiliário será posicionado corretamente levando em consideração os pontos de elétrica.

3. Preste atenção na iluminação do ambiente

Uma ótima dica para quem está pensando em montar um escritório corporativo é aproveitar a luz natural do ambiente.

Mesmo que o seu escritório seja repleto de salas, o ambiente pode se beneficiar da luz natural. Para tal, você pode investir em divisórias de vidro. Escritórios pequenos com divisórias rígidas, como paredes, podem passar uma sensação desagradável para os funcionários.

Alguns pontos são essenciais para a elaboração de um bom projeto de iluminação. A metragem, o piso, as cores das paredes e do teto são aspectos que influenciarão diretamente na escolha da quantidade e nos tipos de lâmpadas.

Um bom projeto de iluminação, além de fazer com que o ambiente fique mais agradável, pode incindir diretamente no consumo de energia elétrica da sua empresa.

além disso, o aproveitamento de luz natural é uma ótima opção para diminuir os custos com energia elétrica.

escritório corporativo

Divisórias de vidro são ótimas opções para empresas em que os funcionários precisam ter uma maior concentração, como escritórios de advocacia e de contabilidade

4. Pense no futuro da empresa

Um fator importante na hora de montar o seu escritório é pensar na possibilidade de crescimento da empresa. Sendo assim, o projeto inicial deve contar com um espaço reservado. Não restrinja o seu projeto ao tamanho atual da empresa!

Claro que nessa hora o bom senso conta muito. Evite desperdício de dinheiro com projetos mirabolantes! Se a sua empresa possui atualmente 10 funcionários, pense em um projeto que comporte confortavelmente 12 funcionários, por exemplo. Não pensar na possibilidade de crescimento da empresa é um erro primário!

5. Preste atenção na cartela de cores

Além de aliar a cartela de cores à identidade visual da sua empresa, você deve prestar atenção em alguns pontos.

Como muitos estudos já demonstraram, as cores podem transmitir sensações. Em se tratando de um escritório corporativo, as cores devem beneficiar a produtividade dos funcionários. A cor laranja é a melhor opção para empresas que exigem a criatividade de seus funcionários, como, por exemplo, agências de publicidade. O laranja também é muito utilizado por empresas que possuem um espírito jovem.

As cores podem estar presentes não apenas nas paredes, mas também nos objetos. Para as mesas de trabalho, dê preferência para cores claras, já que elas passam a sensação de tranquilidade e bem-estar. Além, é claro, de cores claras como o branco, ser um ótimo multiplicador de luz.

O último ponto em relação às cores, é evitar misturar diferentes tonalidade. A mistura pode deixar o ambiente “carregado” e cansativo.

6. Considere os custos

A viabilidade de qualquer projeto deve ser considerada a partir da análise de custos. Obviamente, os custos dependerão de alguns fatores como o ramo da empresa, o tamanho, a localização do escritório, entre outros.

Apesar dos custos dependerem de alguns fatores específicos, se você está pensando em abrir o seu primeiro escritório corporativo, considere dois tipos de custos: operacionais e de investimentos.

Integram o grupo dos custos operacionais despesas fixas como: salários dos funcionários, custo com energia elétrica, rede telefônica e internet, aluguel, material de escritório, limpeza, manutenção e reparos, entre outros. Para alguns especialistas, os custos fixos de um negócio não devem ultrapassar 5% do faturamento da empresa.

Já o grupo dos custos de investimentos é composto, por exemplo,  por gastos com instalação de ar condicionado, mobília, pintura dos ambientes, entre outros.

Em síntese, elabore um plano de negócios realista e que esteja de acordo com os recursos disponíveis.

7. Crie um espaço autêntico para o seu escritório corporativo

Na hora de montar o seu escritório corporativo leve sempre em consideração a identidade visual da sua empresa. Por mais óbvia que esta dica possa parecer, muitas pessoas pecam na hora de definir a decoração do espaço.

Atente-se para todos os espaços da empresa, como a recepção, a sala de reunião, o escritório da diretoria, entre outros. A recepção é o primeiro lugar de contato da empresa com o cliente, sendo assim, pense na decoração desde a primeira abordagem. Geralmente, empresas de tecnologia investem em uma imagem de modernidade e utilizam móveis sofisticados.

A imagem da sua empresa será transmitida, entre outros aspectos, através da decoração. Se a sua empresa utiliza a sala de reunião para interagir com os clientes, certifique-se de que a decoração passa a imagem desejada.

Independente do segmento da sua empresa, a decoração deve passar uma imagem de profissionalismo.

8. Fique atento à segurança

A segurança é um aspecto importante para qualquer tipo de empresa. No caso de escritórios corporativos, fique atento à estrutura do local e a segurança dos funcionários.

As instalações elétricas, as fiações e outros aspectos estruturais merecem atenção redobrada. Escolha fornecedores e colaborados de sua confiança!

Além disso, as empresas devem investir em instalação de alarmes, compra de câmeras de segurança e sistemas de combate à incêndio. Atitudes contra furto e acidentes são sempre bem-vindas.

9. Seja realista

Esta penúltima dica parece um clichê, porém sofrem as consequência de não ter os pés no chão.

Elimine do seu projeto aspectos dispensáveis. Se a sua empresa não receberá muitos clientes e fornecedores no local, a recepção é um ambiente desnecessário. Neste caso, especialistas em projetos de arquitetura corporativa aconselham que as empresas aluguem espaços para para uma demanda específica.

Os escritórios compartilhados conhecidos como coworking são ótimas opções. Empresários de diferentes empresas compartilham o mesmo espaço e a mesma infraestrutura. Atualmente, o mercado oferece pacotes com preços atrativos para quem está interessado no modelo de escritório coworking.

10. Elabore um cronograma

Muitas pessoas associam obras a atrasos e dor de cabeça. Claro que imprevistos acontecem na execução de qualquer projeto, porém para evitar contratempos, a melhor dica é elaborar um cronograma realista.

Conheça e fique atento aos prazos dos seus fornecedores, desde a entrega de materiais até a montagem das peças.

Para não se perder no meio do caminho, elabore planilhas com as datas de entrega e os custos do projeto.

Uma ótima opção para evitar contratempos é contratar uma empresa especializada em arquitetura corporativa. A T2 Arquitetura e Engenharia oferece de projetos, construção e reformas de escritórios corporativos.